Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada

Artistas de Florianópolis na programação da Virada Cultural de São Paulo

17/6/2015

 

Parceria inédita com o Instituto Maratona Cultural dará espaço para cinco atrações catarinenses no maior evento multicultural da América Latina. Apresentações serão na madruga deste domingo.

 

Grandes portas começam a se abrir para cinco grupos catarinenses, com o convite para uma participação na 10ª edição da Virada Cultural, que ocorre neste final de semana na capital paulista. Os shows são resultado de uma parceria inédita entre o tradicional evento que movimenta São Paulo por 24 horas ininterruptas e o Instituto Maratona Cultural, responsável pela Maratona Cultural de Florianópolis, em Santa Catarina.

 

“A Maratona Cultural de Florianópolis nasceu inspirada na Virada Cultural, e desde o seu princípio estávamos desejando essa oportunidade. O convite da Secretaria de Cultura de São Paulo somente solidificou aquilo que sempre acreditamos: a qualidade dos artistas de nosso estado”, revela Paula Borges, presidente do Instituto Maratona Cultural.

 

E para tornar real este desejo, foram selecionadas as bandas Bombardino no Choro, Califaliza, Francois Muleka e Brass Groove Brasil e o espetáculo “Recriando Linguagens no Sapateado Brasileiro”, da Cia Trupe Toe, que se apresentarão em dois palcos da Virada Cultural: no Coreto da Bovespa, na Rua Álvares Penteado; e no Largo São Francisco, entre a meia-noite e as 10h de domingo (21/06). “Certamente não só o público paulistano, mas como todo o Brasil poderá ter um gostinho do que é a Maratona Cultural de Florianópolis. Sem falar na oportunidade inesquecível para cada artista”, destaca Paula. A programação completa da Virada Cultural de SP pode ser acessada no site http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/.

 

A Maratona Cultural de Florianópolis é realizada desde 2011, apresentando variadas atrações artísticas e culturais em diversos pontos da cidade. A edição de 2015 deverá ocorrer no segundo semestre, ainda sem data confirmada.

 

Programação

Palco Coreto da Bovespa (Rua Álvares Penteado)

00h: Bombardino no Choro

02h: Califaliza

04h: François Muleka

 

Palco Largo São Francisco

06h: Recriando Linguagens no Sapateado Brasileiro (Cia Trupe Toe)

08h: Brass Groove Brasil

 

Sobre as atrações

Bombardino no Choro – Vencedor do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura de Santa Catarina no ano de 2013/2014, o projeto de Carlos Schmidt traz o instrumento de volta ao gênero, no papel de solista principal, acompanhado por um Regional de Choro. Demonstrando a versatilidade e colocando o instrumento em evidência, tem o intuito de incentivar novos músicos e eufonistas a conhecerem novas possibilidades no instrumento. O projeto, que teve direção musical de Luiz Sebastião Juttel, conta com os músicos Carlos Schmidt, no Bombardino; Anderson Ávila, no cavaco; Alexandre Damaria, na percussão; e Rafael Galcer, no violão.

 

Califaliza – Nascidos como um quarteto hardcore, hoje a banda mescla outros gêneros do rock, como o stoner, grunge e metal. O Califaliza encontrou sua formação atual com Gui Coutinho (voz e guitarra), Kadu Marques (guitarra), Chris Sortica (baixo) e Johnny Duluti (bateria). Em 2011 lançou seu primeiro EP, com seis músicas, mais dois clipes e 58 shows em diversas cidades até o final de 2012. No ano seguinte lançou “Nada Contra Quem”, primeiro disco completo da banda, que despertou o interesse do público catarinense, sendo viabilizado por financiamento coletivo exitoso.

 

 

 

François Muleka – músico brasileiro, filho de africanos, apresenta influências inescapáveis da música brasileira, americana e da música tradicional africana. O compositor mistura melodias assobiáveis com um jeito percussivo de tocar o violão, fazendo o que chama carinhosamente de “batuquinhos”. Para apresentar suas composições e as de seus parceiros, conta com um grupo seleto de amigos de vida e de som que participam “seja no palco, seja em pensamento”.

 

Recriando Linguagens no Sapateado Brasileiro (Cia Trupe Toe) – Com música ao vivo, a trilha sonora do espetáculo é composta por temas de origem brasileira que retratam samba, maracatu, bossa nova, samba de partido alto, ijexá, choro e baião. O sapateado assume posição sonora junto à música, proporcionando a conversa entre culturas, tradições, do popular, contando com influência da dança afro e contemporânea. Sendo uma técnica de raiz norte-americana, o sapateado é desenvolvido de forma diferenciada de acordo com a diversidade rítmica brasileira, oferecendo uma nova conversa, revalidando a troca de influências e culturas.

 

 

 

Brass Groove Brasil – Formada em 2011, iniciou tocando os standarts de jazz em um tributo à “New Orleans”, mas com as apresentações passou a inserir também a música brasileira, tanto nos arranjos quanto nas interpretações. A cada composição apresenta diferentes influências, que vão do Funk ao Ijexá, ao Baião e ao Samba, evidenciando a música afro-brasileira. É formada por Jean Carlos no trompete e na direção musical; Carlos Schmidt no trombone, no bombardino e na tuba; Aurélio Martins no trombone; Fábio Mello no saxofone; Braion Jhonny no clarinete e nos saxofones; Cristiano Ferreira na guitarra e na voz; Rafael Calegari no baixo; e Cristiano Forte na bateria. Atualmente, está produzindo seu primeiro disco.

 

 

 

Please reload

Como está a comunicação da sua empresa para 2020?

10/12/2019

1/26
Please reload

Please reload