Dança contemporânea em destaque em Santa Catarina e Rio Grande do Sul

11ª edição do projeto Dança em Trânsito terá programação em três cidades catarinenses e uma gaúcha, com e coreografias de bailarinos de cinco países

Muitas vezes é difícil verbalizar o que uma apresentação de dança representa. Nestes casos, o ideal é olhar, sentir e vivenciar a experiência. Sentidos e sensações valorizados no projeto Dança em Trânsito, considerado um dos mais importantes eventos de dança contemporânea do Brasil. E é com este propósito, e buscando desbravar os mais diversificados espaços de uma cidade, que o evento retorna para Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com apresentações gratuitas entre os dias 16 e 22 de agosto.

Ao todo, artistas de 11 grupos nacionais e internacionais integram a programação que passará pelas cidades de Capivari de Baixo, Alto Bela Vista e Florianópolis, em Santa Catarina; e Entre Rios do Sul, no Rio Grande do Sul. De acordo com a coreógrafa Giselle Tápias, curadora do Dança em Trânsito, o evento é um incentivo não somente para as companhias selecionadas, mas principalmente para jovens intérpretes e coreógrafos. “É uma via de mão dupla, pois com as apresentações conseguimos dar vazão para tudo de novo que está sendo criado, e sobretudo damos oportunidade para que o público tenha acesso a estas criações. Literalmente vamos para as ruas, de encontro com o público, incentivando a formação de plateia e chegando a locais mais distantes”, destaca.

Para a montagem da programação, a organização do evento priorizou grupos e trabalhos que descontroem as linhas do clássico, apresentando um conceito da arte em transformação, em movimento. E para isto, foram selecionados grupos de Taiwan, África, Reino Unido, França e nacionais, vindos do Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis. “Teremos muitas estreias durante a programação no Sul do país, como o “There we have been”, da James Cousins Company, do Reino Unido, e a estreia nacional de “Sei Coisas Lindas de Ti”, da coreógrafa Flávia Tápias, recentemente apresentado em Paris”, destaca.

Residências de Criação – Além das apresentações, o Dança em Trânsito também atua na proposta de formação de novos bailarinos e conhecedores da dança contemporânea. Por isso, realiza as residências de criação nas cidades contempladas pelo projeto, com exceção de Florianópolis. Entre os dias 3 e 16 de agosto os coreógrafos Gleidson Vigne, Flávia Tápias e Bárbara Lima realizam oficinas para jovens locais com o intuito de oportunizar aos participantes um novo olhar sobre a forma de fazer dança. “É uma verdadeira imersão no tema, com muita informação e troca de experiências. Um exemplo é a participação da Bárbara Lima, considerada uma das melhores dançarinas de hip-hop da atualidade e que vem direto da Califórnia para criar com os jovens de Alto Bela Vista”, destaca Giselle.

Para participar é necessário ter conhecimento de técnicas de movimento, e seis jovens de cada residência de criação serão selecionados para uma apresentação com os instrutores em Florianópolis.

Sobre o Dança em Trânsito

Criado pela coreógrafa Giselle Tápias, o Dança em Trânsito tem como foco a democratização da dança contemporânea. Produzido pelo Centro de Documentação e Pesquisa em Dança do Rio de Janeiro (CDPD/RJ), há 11 anos, o festival itinerante é apresentado em formato que une espetáculos e plateia em um casamento orgânico, transportando, no sentido literal, o artista para “aonde o povo está”, intervindo na pulsação dos ritmos citadinos e na rota dos transeuntes. O Dança em Trânsito também integra a rede de intercâmbio “Ciudades Que Danzan”, que agrupa 41 cidades de diversos países com a proposta de difundir a dança contemporânea.

O 11º Dança em Trânsito é uma realização do Espaço Tápias, com produção da Marte Inovação Cultural em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Patrocínio da Lei de Incentivo a Cultura, ECT Correios e Tractebel Energia GDF Suez. Apoio local da Universidade Federal de Santa Catarina. Todos os eventos são gratuitos. Nos teatros, a retirada dos ingressos para os espetáculos ocorre sempre 1 hora antes do seu início. Os ingressos são limitados à lotação máxima de cada espaço.

Serviço

Capivari de Baixo

Data: 16 de agosto

O quê:

“Traverse” - Shang-Chi Sun (Taiwan)

“Stand By Me” - Gleidson Vigne (Rio de Janeiro)

“There we have been - James Cousins Company (Reino Unido)

“NO” - 904 Krumpt Movement | Bárbara Lima e Bruno Duarte (Rio de Janeiro)

Local: Parque Ambiental e Centro de Cultura de Capivari de Baixo (Rua General Oswaldo Pinto da Veiga, nº 01)

Horário: 18h30

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Entre Rios do Sul / RS

Data: 18/08/2015

O quê:

“Stand By Me” - coreografia de Flávia Tápias (Rio de Janeiro)

“There we have been - James Cousins Company (Reino Unido)

“Sei Coisas Lindas de Ti” – Grupo Tápias (Brasil/França)

Local: Centro de Cultura de Entre Rios do Sul/RS (Rua São Paulo, 215, Centro)

Horário: 19h

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Alto da Bela Vista / SC

Data: 19/08/2015

O quê:

“Traverse” - Shang-Chi Sun (Taiwan)

“Stand by Me” - coreografia de Bárbara Lima (Rio de Janeiro)

“Pelos seus movimentos existo”, Toni Rodrigues e Natasha Mesquita (Rio de Janeiro)

“No”, 904 Krumpt Movement | Bárbara Lima e Bruno Duarte (Rio de Janeiro)

Local: Centro de Cultura de Alto Bela Vista/SC (R. Alfredo Schuck)

Horário: 19h

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Florianópolis

Data: 20/0/2015

Local: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em frente ao Centro de Cultura

Horário: 12h30

O quê: “Too Much”, Grupo Tápias (Brasil/França) e “Romual Sans D”, Romual Kabore – Ouagadogou, Burquisa Faso, (África)

Local: Teatro Pedro Ivo (Centro Administrativo do Governo –SC 401, Km 05, nº 4600)

Horário: 20h30

O quê: “Stand By Me”, Apresentação dos jovens de Entre Rios do Sul, Alto Bela Vista e Capivari de Baixo; “There we have been, James Cousins Company (Londres) e “Em outro Lugar”, Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro (RJ).

Data: 21/08/2015

Local: Praça Fernando Machado, Centro

Horário: 18h

O quê:

“Traverse” , Shang-Chi Sun (Taiwan)

“NO”, 904 Krumpt Movement | Bárbara Lima e Bruno Duarte (Rio de Janeiro)

“Apenas Isso”, NIMO - Núcleo de Ideias em Movimento (São Paulo e Rio de Janeiro)

“Estratégia”, Grupo Ronda (Florianópolis)

Data: 21/08/2015

Local: TAC - Teatro Álvaro de Carvalho (Rua Mal. Guilherme, 26 – Centro)

Horário: 20h

O quê: “Sei Coisas Lindas de Ti” , Grupo Tápias (Paris/Brasil)

Data: 22/08/2015

Local: Shopping Iguatemi Florianópolis

Horário: 13h

O quê:

“Pelos seus movimentos existo”, Toni Rodrigues e Natasha Mesquita (Rio de Janeiro)

“Apenas isso”, NIMO - Núcleo de Ideias em Movimento (São Paulo e Rio de Janeiro)

“NO”, 904 Krumpt Movement | Bárbara Lima e Bruno Duarte (Rio de Janeiro)

Local: Teatro Pedro Ivo (Centro Administrativo do Governo –SC 401, Km 05, nº 4600)

Horário: 20h30

O quê: “Uphill”, Shang-Chi Sun (Taiwan)

Residências de Criação

Em Capivari de Baixo / SC – Com Gleidson Vigne (de 6 a 15 de agosto)

Em Entre Rios do Sul /RS – Com Flávia Tápias (de 8 a 16 de agosto)

Em Alto Bela Vista /SC – Com Bárbara Lima (de 4 a 13 de agosto)

Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada