Voluntários realizam mutirão de reconstrução mamária em Santa Catarina

4/10/2018

Ação contemplará sete cidades e é organizada pela Regional Catarinense da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

 

Uma verdadeira força-tarefa vai fazer a diferença para a vida de 70 mulheres em Santa Catarina neste mês de outubro. À espera de uma reconstrução mamária após terem passado pela retirada da mama inteira ou parcial, essas mulheres terão mais uma parte do tratamento concluído, de forma gratuita, através da iniciativa da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional de Santa Catarina (SBCP-SC) com apoio da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Santa Catarina (SBM-SC) e Conselho Regional de Fisioterapia (Crefito) até o final deste mês. 

 

O mutirão #juntosomosmaisfortes contará com 130 voluntários nesta ação que ocorrerá em sete cidades catarinenses, Florianópolis, Blumenau, Criciúma, Chapecó, Lages, Jaraguá do Sul e Joinville, a maioria em hospitais privados, mas também em hospitais públicos do Estado. De acordo com o cirurgião plástico e coordenador do Departamento de Ações Sociais SBCP-SC, Raidel Deucher Ribeiro, o principal objetivo do mutirão é atender pacientes que estão na fila de espera por cirurgias de reconstrução de mamas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “São pacientes que passaram por cirurgia de tratamento do câncer, como a mastectomia e agora aguardam por essa etapa do tratamento. Além desse objetivo principal o mutirão como uma ação envolve a parte de informação à população, conhecer sobre essas possibilidades da cirurgia reparadora”, diz Deucher.

 

A reconstrução mamária para mulheres vítimas de câncer está assegurada pela Lei 12802/13 e segundo o cirurgião Raidel Deucher é parte primordial do tratamento do câncer de mama. “É quando a mulher pode falar que encerrou o ciclo relacionado à doença e se considerada plena - por inteiro, sem mais os estigmas relacionados à doença e que pode seguir a vida à diante. Isso é tão significativo e tão importante que existem leis e resoluções na ANS assegurando o direito a reconstrução de mama tanto pelo SUS quanto pelos planos de saúde”.

 

As pacientes participantes foram selecionadas de acordo com a lista de espera do SUS e seguem alguns critérios estabelecidos pela SBCP-SC como ordem de espera, condição de saúde e complexidade. A primeira fase do mutirão em Florianópolis já começou com palestras informativas para pacientes participantes. As cirurgias devem iniciar nesta sexta-feira, dia 5, no Hospital de Caridade. No sábado, dia 6, será na Casa de Saúde São Sebastião, com o doutor Henrique Müller. As cirurgias seguem por todo mês de outubro nas cidades participantes.

 

 

 

 

 

Capacitação Médica e Palestras informativas

 

Essa fase do tratamento é importante não só para as pacientes, mas também para os seus familiares e os profissionais que atuarão no procedimento. Pacientes e familiares recebem toda a orientação através de encontros com a explicação de todos os passos da cirurgia de reconstrução mamária. Já os médicos recebem capacitação através de reuniões científicas, onde são discutidos os casos que serão trabalhados. A primeira reunião será neste final de semana com enfoque multidisciplinar entre Fisioterapia, Mastologia e Cirurgia Plástica. Haverá também uma palestra de encerramento com o Dr. Dráuzio Varella, aberta ao público mediante ingresso.

 

Please reload

Final de semana de economia e boas compras

03/06/2020

1/26
Please reload

Please reload

Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada