Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada

Outubro: alerta às doenças reumáticas

11/10/2019

Os dias 12 e 20 de outubro chamam a atenção para duas patologias reumáticas com maior prevalência na população


O mês de outubro traz importantes alertas sobre as doenças reumáticas. A especialidade médica da reumatologia vem cada vez mais sendo discutida e conquistando espaço, principalmente quando o assunto é prevenção e diagnóstico precoce. Apesar de ainda não haver cura para os reumatismos, o avanço nesta área da medicina permite que as pessoas vivam bem, pratiquem esportes e trabalhem. O segredo está, com certeza, no diagnóstico precoce e no cuidado especializado.

Na sua classificação, a reumatologia possui mais de 120 tipos de doenças, entre elas a Artrite Reumatoide, lembrada mundialmente neste sábado, dia 12 de outubro, e a Osteoporose, lembrada no dia 20 de outubro. A Sociedade Catarinense de Reumatologia (SCR) destaca que as mulheres são mais acometidas por doenças reumáticas do que os homens, isso devido às questões hormonais.

Dentre as doenças reumáticas autoimunes, a artrite reumatoide é a patologia mais conhecida. Apesar de ser considerada incomum, a SCR calcula que hajam 35 mil pessoas acometidas por artrite reumatoide somente em Santa Catarina, considerando a população de SC em 7 milhões de habitantes e a prevalência de artrite reumatoide em 0,5% na população brasileira. Segundo a reumatologista e presidente da SCR, Mara Suzana Cerentini Loreto, a artrite reumatoide ocorre por uma desregulação do sistema imunológico, resultando em inflamação crônica nas articulações que leva à destruição dessas estruturas. Essa inflamação também pode ocorrer em outros locais do organismo, como nos olhos, nos pulmões, nos nervos periféricos e na pele.

 

 

É importante estar atento para dores persistentes, em especial acompanhadas de inchaço, em pequenas juntas das mãos, punhos e pés, que são piores pela manhã e costumam aliviar ao longo do dia. Pode haver um quadro de sensação prolongada, por mais de uma hora, de rigidez matinal, quando as articulações ficam muito difíceis de movimentar. Cansaço e fadiga podem ocorrer simultaneamente ao quadro de dor nas articulações. “Sendo a artrite reumatoide um problema crônico de saúde, é muito importante que haja uma parceria entre o paciente e seu reumatologista. O tratamento envolve uso de medicações que atuam no sistema imunológico e exige um acompanhamento regular e frequente”, explica a reumatologista. 

 

Osteoporose

 

A osteoporose é uma doença reumática que ocorre devido a uma baixa massa óssea e deterioração da microarquitetura do tecido ósseo, com aumento da fragilidade óssea e, consequentemente, aumento no risco de fraturas. Estima-se que cerca de 10 milhões de brasileiros sofrem com a doença. Além disso, a cada ano, 2,4 milhões de fraturas ocorrem decorrentes do enfraquecimento dos ossos.

 

A osteoporose costuma ser silenciosa, raramente apresenta algum sintoma antes que aconteça alguma fratura óssea em locais como coluna, fêmur, punho ou braço. Neste caso, ela deixa de ser silenciosa somente quando a doença já está instalada e em estado avançado.

 

 

A importância do diagnóstico correto e precoce 

 

A demora no encaminhamento ao médico especialista acarreta atraso no diagnóstico e tratamento correto. Segundo a reumatologista e vice-presidente da SCR, Adriana Zimmermann, é comum pacientes chegarem ao consultório do especialista convivendo entre oito e 10 anos com doenças reumatológicas, sem tratamento. “Na maioria das vezes isso ocorre por falta de informação. O paciente passa anos por várias outras especialidades médicas até chegar no reumatologista, profissional mais indicado para dar o diagnóstico e tratamento correto para essas doenças. É importante que cada indivíduo esteja atento aos seus sinais e sintomas. No caso das articulações, quanto mais tempo se espera, maior poderá ser a incapacidade motora”, ressalta Adriana.

 

Please reload

Coral natalino faz apresentações na Casa do Papai Noel, em Jaraguá do Sul

13/12/2019

1/26
Please reload

Please reload