top of page
Buscar

Empresário catarinense participa do 74º Festival de Cinema de Berlim, na Alemanha

Felipe Didoné levou o Paradigma Cine Arte e o nome de Florianópolis para um dos maiores encontros da indústria cinematográfica



À frente do Paradigma Cine Arte, o empresário Felipe Didoné levou o nome de Florianópolis para um dos mais importantes eventos do cinema mundial, o 74º Festival Internacional de Cinema de Berlim (Berlinale), na Alemanha, que recebeu profissionais renomados da indústria cinematográfica na última semana para uma série de ações, incluindo mostra competitiva, pré-estreias, workshops e debates sobre o setor. Com mais de 230 filmes em cartaz, o Berlinale destaca-se como o maior festival do mundo em quantidade de títulos.


Membro do Mercado de Cinema, Didoné participou de eventos do EFM - European Film Market, de debates do Instituto de Cinema Ibero-americano e da pré-estreia de filmes que concorrem aos principais prêmios internacionais do setor, atento a novidades do mercado, desde títulos a novas tecnologias.



Com 14 anos de funcionamento na SC-401, o Paradigma Cine Arte consolidou-se por apresentar ao público um curadoria fina de filmes independentes e alternativos de alta qualidade, fora do circuito comercial. De acordo com o empresário, esta característica se fortalece com a retomada do mercado de produção de filmes, que vive um ótimo momento no cenário mundial, com impacto positivo nas  salas de cinema, pois permite o acesso a mais e melhores produções. “O ano de 2024 começou bem para o Paradigma Cine Arte. Janeiro foi muito bom e Fevereiro tem mantido o ritmo, sendo os melhores meses do pós-pandemia. Estou confiante com uma retomada forte da indústria audiovisual, especialmente do mercado exibidor (salas de cinema)”, avalia Didoné. 


O empresário observa que a diversidade de filmes e a inclusão de público foram alguns dos pontos de maior destaque no Festival de Cinema de Berlim, sem contar a variedade  de títulos inscritos nas mostras paralelas e na competição oficial, totalizando mais de 200 filmes de todos os gêneros e inúmeras nacionalidades. “A inclusão do público chama a atenção. Muitas das sessões foram abertas aos moradores da cidade. O Festival está presente por toda a parte, a comunidade vive o evento intensamente e pode prestigiar uma produção vasta, com atores renomados, principalmente da França, Espanha, Itália e Alemanha. Títulos estes que dificilmente chegam ao Brasil. Fiquei impressionado com a diversidade”, diz. 


Para o público da capital catarinense, Didoné já antecipa que, inspirado em muitas das experiências vividas no Berlinale e no EFM, trará novidades para o Paradigma Cine Arte, como a  Semana do Cinema Francófono, em parceria com a Aliança Francesa, agendada para o mês de março. O Festival do Cinema Italiano e o Festival Varilux de Cinema Francês, ambos já tradicionais na programação da casa. “Além disso, estamos planejando para 2024 mais festivais temáticos promovidos pelo próprio Paradigma. Além da exibição, ainda neste ano, de filmes exclusivos, provavelmente franceses e alemães, com distribuição exclusiva pelo Paradigma”, antecipa.


Cinema Nacional

Uma das caracteristicas do Paradigma Cine Arte é o espaço aberto para produções nacionais, sendo o cinema catarinense que mais exibe filmes brasileiros independentes e que sempre possuem espaço na programação da sala.  

Para fortalecer ainda mais esse papel de aproximar o público com a produção cinematográfica do país, o Paradigma terá sessões especiais com debate e discussões sobre os filmes nacionais exibido, sempre com a presença de algum profissional envolvido, seja diretor, produtor e/ou atores. “Em Berlim, inclusive, participei da sessão première do filme ‘Betânia’. O diretor do filme, Marcelo Botta, se comprometeu a vir a Florianópolis para uma sessão debate, no próximo ano”, antecipa Didoné.


Falando em debates, o Paradigma Cine Arte também dará sequência a projetos mensais como o Ciclo Cinema e Psicanálise e os debates com  clubes de leitura de Florianópolis.


Коментари


bottom of page