Jovens advogados expandem escritório para Brasília

Em projeto ambicioso, jovens advogados expandem escritório para Brasília


Araujo & Sandini têm André Colares, fundador do MindJus, como novo sócio que estará à frente da área de novos negócios e gerenciará a unidade na Capital Federal


Uma geração da advocacia jovem, dinâmica, especializada e conectada vem, cada vez mais, se destacando no cenário brasileiro, isso porque além do potencial de absorver conhecimento de forma dinâmica e se valer de recursos tecnológicos, esse perfil tem demonstrado a partir de um espírito empreendedor capacidade de observar cenários, criar oportunidades, captar recursos e executar planos de expansão que se desenvolvem em velocidade surpreendente. Uma das firmas que cresce nessa toada é o escritório Araujo & Sandini Advogados Associados, fundado em Santa Catarina, com sede em quatro cidades do estado, e também com escritório no Rio Grande do Sul, que é comandado por jovens advogados na faixa de 30 a 40 anos, que em um projeto ambicioso, agora se expande para Brasília, no Distrito Federal. Em seis anos de existência, a banca inaugura a sua 6ª sede física. Segundo um dos fundadores do Araujo & Sandini, Guilherme Silva Araujo, a inauguração desta nova unidade está prevista para junho deste ano.


Além da expansão para a Capital Federal, um nome já conhecido do mercado jurídico nacional chega para somar à sociedade e coordenar o setor de novos negócios da banca. Fundador do MindJus, uma comunidade de advocacia colaborativa que já conta com mais de 500 advogados de todo o país, o advogado criminalista André Colares, é o mais novo sócio do Araujo & Sandini e comandará a unidade Brasília, e através de sua experiência comercial auxiliará no avanço para novos mercados. De acordo com Colares, o escritório já possuí em seu portfólio um histórico de vitórias marcantes em Recursos e Habeas Corpus em Brasília, e a nova sede tem como foco aprimorar ainda mais a atuação perante os Tribunais Superiores, contemplando demandas administrativas, criminais, trabalhistas, tributárias, cíveis, ambientais, imobiliárias e empresariais e atendendo tanto clientes finais quanto escritórios de todo o país que precisem de apoio na Capital Federal.


“O Araujo & Sandini, apesar de sediado originariamente no Sul do Brasil, tem sua operação cada vez mais nacionalizada. Hoje temos clientes em mais de 15 estados da Federação e uma atuação intensa perante aos Tribunais Superiores. Visualizamos Brasília como denominador comum inicial dessa expansão para outras regiões do país, mas não vamos parar por aqui”, destaca Colares. Ainda de acordo com o novo sócio, o escritório está em franco crescimento, e a missão é levar aos quatro cantos do país o propósito e o trabalho, pautados nos pilares da ética, experiência profissional e qualificação acadêmica.


O escritório Araujo & Sandini nasceu em Garopaba, em 2016. De lá para cá, em um plano ambicioso e saudável, expandiu-se para as cidades catarinenses de Florianópolis, Imbituba e Tubarão. Recentemente, se instalou na capital gaúcha, Porto Alegre e, atualmente, conta com 27 pessoas na equipe, sendo destas, 16 advogados. “Não há de se negar que o plano de expansão da marca é ousado. Desejamos em médio prazo estar fisicamente presentes em todas as regiões do Brasil, sendo o foco do momento completamente voltado à Brasília, tornando possível que assim, com estrutura física e equipe qualificada no coração do país, possamos melhor atender clientes do Norte ao Sul. Em passos firmes e conscientes, vamos nos qualificando, aprimorando o modelo de atuação e expandindo as operações sem perder o olhar individualizado, técnico e preocupado em encontrar as melhores soluções aos clientes, o que vem nos trazendo reconhecimento e espaço no mercado”, complementa Guilherme Silva Araujo.