top of page
Buscar

Programa gratuito ensina tecnologia a meninas de Florianópolis

Projeto EmpowerHER é realizado em conjunto pelas ONGs Prototipando a Quebrada e Corali


Começaram nesta semana as aulas do Projeto EmpowerHER, realizado pelas ONGs de Florianópolis Prototipando a Quebrada (PAQ) e Corali, com apoio da Embaixada dos Estados Unidos. Destinado a jovens de 16 a 24 anos, que se identificam com o gênero feminino e que frequentam ou que se formaram em escolas públicas, o programa ensina tecnologia e empreendedorismo.



Ao todo, serão seis meses de aulas práticas, totalmente gratuitas. Entre os conteúdos abordados estão temas como autoconhecimento e empoderamento, ecossistema de tecnologia, ferramentas de trabalho colaborativo, desenvolvimento de projetos, empreendedorismo, lógica de programação e introdução a desenvolvimento de sites. Os encontros, divididos em três turmas, ocorrem às segundas, quartas e sextas, das 15h às 17h, na Bewiki, no Centro, e na ACATE Passeio Primavera, no bairro Saco Grande, em Florianópolis, e na INAITEC, na Pedra Branca, em Palhoça. 

“É importante fazer com que essas meninas saibam quais são as profissões que existem no mercado de tecnologia e inovação e que nós, mulheres, somos totalmente capazes de executá-las. Queremos desmistificar a ideia de que a tecnologia é algo distante e voltado somente para os homens", destaca a fundadora da Corali, Tatiana Takimoto. A ONG trabalha com meninas em situação de vulnerabilidade social, oferecendo programas que buscam servir de inspiração e apresentam os vários caminhos possíveis dentro do mercado tecnológico. 


No EmpowerHER, o PAQ será responsável pela capacitação em programação, enquanto a Corali atuará na questão de empreendedorismo feminino. “Queremos impulsionar as jovens na conquista de espaço no ambiente de tecnologia, proporcionando locais e ferramentas de qualidade para estudarem. Nosso objetivo é conectar a juventude com as oportunidades do mundo tech”, completa Yohanna Galvani, co-fundadora do PAQ.

bottom of page