Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada

Organizadora do Fashion Weekend Plus Size comenta a participação de modelo catarinense

Raphaella Tratsk Lancini volta a desfilar no evento, considerado o principal do país no segmento Plus Size

 

Não é novidade que o Sul do país revela os rostos mais cobiçados por "olheiros" de agências de modelo, produtores de eventos de moda e marcas. E a catarinense Raphaella Tratsk Lancini (foto à direita) é mais uma prova disso: desde 2013, quando eleita "A mais bela gordinha do Brasil", ela vem quebrando tabus e conquistando seu espaço.

Agora, ela acaba de ser confirmada, mais uma vez, para uma maratona de desfiles no Fashion Weekend Plus Size, evento que será no dia 24 de julho na capital paulista, com 14 grifes voltadas para este segmento subindo na passarela. E engana-se quem pensa que há crise neste mercado. “Como a população acima do peso continua crescendo, a demanda por produtos plus size ainda é grande”, explica Renata Poskus (foto abaixo, de óculos), jornalista, criadora do blog Mulherão e organizadora do Fashion Weekend Plus Size. 

 

 

 

 

 

 

ENTREVISTA
 

Conversamos com a Renata [que entende tudo sobre moda plus size] para saber o que ela acha sobre a carreira da catarinense e, claro, para colher informações fresquinhas sobre a próxima edição do FWPS.

 

- Como você avalia a participação da Raphaella Tratsk Lancini no Fashion Weekend Plus Size em 2015?

 

A Raphaella foi uma grata surpresa e a grande revelação do FWPS de 2015. Dona de uma beleza natural, comportamento ímpar e simpatia, deixou todos encantados. Ela é jovem, porém muito madura, séria e comprometida. Desfila bem, cuida do corpo, da beleza. Tem uma silhueta que a moda tradicional rejeitaria, uma idiotice, já que é extremamente linda e representa a mulher brasileira de carne e osso. Fiquei muito triste quando, por conta de um trabalho, ela não pode participar de nossa última edição. Eu deveria não me importar, já que tenho mais de 50 modelos no meu casting. Mas Raphaella, a nossa cereja do bolo, não estava lá. 

 

 

- Qual a expectativa para o evento deste ano? Quantas marcas confirmadas?

 

Mesmo em tempos de crise, a moda plus size permanece firme e forte apresentando crescimento, uma exceção no setor têxtil. Teremos 14 grifes em nossos desfiles e 20 marcas expondo no salão de negócios. Durante o dia, o evento contará com palestras para varejistas plus size. A proposta é prepará-los para se reinventar, fortalecer e vencer no atual cenário econômico brasileiro. 

 

- Conta um pouco sobre como vem sendo a receptividade para o evento, sobre seu crescimento e também sobre o mercado hoje no Brasil.

 

O Fashion Weekend Plus Size acontece desde 2010 e está em sua 14a edição. É um evento que reúne desfiles e salão de negócios de moda plus size atacadista, aonde fabricantes revendem para lojistas. O evento cresce em qualidade e representatividade. Atrai um público de 2 mil pessoas, são mais de 800 lojas cadastradas. O setor têxtil e de negócios da moda é um dos mais afetados do Brasil nos últimos anos, mas o setor plus size, dentro deste cenário desfavorável, parece caminhar na contra-mão. Como ainda há pouca oferta de produtos neste setor, e a população acima do peso continua crescendo, a demanda por produtos plus size ainda é grande. 


- A Rapha é hoje um dos principais rostos do segmento no Sul do Brasil. Como você a vê hoje no mercado? 

 

A Raphaella já é reconhecida como uma das melhores modelos plus size brasileiras. Ela é muito nova. Há modelos plus size com mais de 40 anos figurando entre os maiores cachês do mercado. A Raphaella ainda tem décadas de atuação pela frente. Além disso, não acho nada difícil que ela faça trabalhos no exterior e eleve a moda plus size do Brasil a um nível internacional. 

 

 

 

Please reload

Coral natalino faz apresentações na Casa do Papai Noel, em Jaraguá do Sul

13/12/2019

1/26
Please reload

Please reload