Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada

7 filmes franceses para rir, chorar e pensar

24/7/2017


A lista é pequena, mas tem para todos os gostos. Comédias despretensiosas que caíram no gosto do público, histórias mais delicadas, que nos levam à reflexão; ou mesmo uma pequena viagem por  alguns lugares da França. Confira!

 

 

 

1. Amour
O premiado filme Amour, que conquistou a Palma de Ouro e o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2012, entre outros prêmios, conta a história de Georges (Jean-Louis Trintignant) e Anne (Emmanuelle Riva), um casal de aposentados apaixonado por música, que passará a lidar com a paralisia de Anne, após um derrame. O casal de idosos enfrentará graves obstáculos que colocarão o seu amor em teste. Destaque para o belo trabalho dos protagonistas, Trintignant e Riva, que dosam na medida exata a responsabilidade um com o outro perante a dor e o desespero do agravamento da situação enfrentada.

 

 

 

2. La Délicatesse (A Delicadeza do Amor)
Singelo e delicado, como o nome sugere, a comédia romântica “A Delicadeza do Amor”, dos diretores David e Stéphane Foenkinos, conta com a atuação de Andrey Tautou (nossa eterna Amélie Poulain). Esta é uma história de renascimento, mas é também um conto sobre a singularidade do amor.

 

 

 

 

 

 

3. Les Saveurs Du Palais (Os Sabores do Palácio)
Uma comédia dramática que conta a história de uma chef de cozinha interpretada por Catherine Frot. É o último dia de trabalho de Hortense em uma cozinha na Antártida, quando um documentarista pede para ela falar sobre seu emprego anterior, como cozinheira do presidente da França. Hortense defenderá com silêncio suas recordações do Palácio Eliseu. O elenco também conta com Arthur Dupont.


 

 

 

 

 

4. Tour de France
Este filme foi exibido durante o Festival Varilux de Cinema Francês e merece estar nesta lista. Além de contar com a atuação de Gérard Depardieu e do rapper francês Sadek, este drama narra uma improvável amizade entre Far’Hook (Sadek), um jovem rapper de vinte anos que é forçado a deixar Paris por um tempo, e Serge (Gerard Depardieu), um homem decidido a seguir os passos de Joseph Vernet, um famoso pintor francês.

 

 

 

 

 

5. Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu? (Que mal eu fiz a Deus ?)

Um roteiro simples narra a relação de um casal com seus genros estrangeiros e todas as confusões possíveis se tratando de um sogro e uma sogra conservadores, e um tanto quanto preconceituosos, pais de 4 filhas. O filme, que poderia ser apenas mais uma comédia engraçadinha, seduziu o público francês e bateu recordes de bilheteria no país. 

 

 

 

 

 

6. Samba

Samba (Omar Sy) é um imigrante do Senegal que vive há 10 anos na França e, desde então, tem se mantido no novo país às custas de empregos pequenos. Alice (Charlotte Gainsbourg), por sua vez, é uma executiva experiente que tem sofrido com estafa devido ao seu trabalho estressante. Enquanto ele faz o possível para conseguir os documentos necessários para arrumar um emprego digno, ela tenta recolocar a saúde e a vida pessoal no trilho, cabendo ao destino determinar se eles estarão juntos nessa busca em comum. Mais um filme delicado que retrata a difícil vida de imigrantes ilegais.

 

 

7. Un Profil pour Deux (Um Perfil para Dois)
Outra produção que fez parte do Festival Varilux de 2017. Pierre (Pierre Richard) é um viúvo aposentado que não sai de casa há mais de dois anos, e agora tem a chance de voltar a viver novamente com a ajuda da internet. Isso porque através de Alex, um homem contratado por sua filha para ensiná-lo a usar o computador, acaba criando um perfil em um site de namoro. Lá, conhece a linda jovem Flora (Fanny Valette), e decide marcar um encontro. Mas ele só tem um problema: a foto que usou no perfil é de Alex, e não dele.

Please reload

Artigo: O que postar nas redes sociais da sua pequena ou média empresa

27/02/2020

1/26
Please reload

Please reload