Brasil recebe pela 1ª vez um mundial de paramotor clássico FAI



Mais de 100 atletas devem participar do evento entre os dias 20 e 30 de abril, em Saquarema, no litoral do Rio de Janeiro



O céu de Saquarema ficará colorido entre os dias 20 e 30 de abril com a realização do 11º Campeonato Mundial de Paramotor FAI. Esta é a primeira vez que um Campeonato Mundial de Paramotor Clássico FAI será realizado no continente americanoe deve reunir mais de 100 pilotos de países como Brasil, França, Tailândia, Itália, Japão, Índia, Qatar, Espanha, Portugal, Bélgica, Inglaterra, Estados Unidos, Rússia e outros.


Para esta estreia, a Confederação Brasileira de Paramotor (CBPM) escolheu a cidade de Saquarema, no litoral fluminense, para ser sede do evento. “A infraestrutura da cidade atrai pilotos de todo o Brasil ao longo do ano. O clima ajuda, a atmosfera da cidade é ótima, a população curte muito os esportes e queremos mostrar tudo isso para os atletas do mundo todo”, destaca Lula Laghi, piloto e integrante da organização do evento.



O Paramotor é uma modalidade esportiva composta de uma parapente com motor. A competição será dividida em três dias de treinamentos para os pilotos reconhecerem a área e ajustarem seus equipamentos, e, posteriormente, sete dias de competição iniciando ao nascer do sol e encerrando ao pôr do sol. Os pilotos competem em provas de economia, navegação e precisão em busca de seus títulos. “O Brasil é um país com muitos atletas de paramotor e praticantes do esporte. Em 2018, o país participou do Mundial, na Tailândia, começando assim a sua jornada na competição internacional. A realização de um campeonato mundial no Brasil vai ser um marco na história do paramotor nacional”, completa Lula Laghi.


Entre os mais de 100 atletas confirmados estão nomes como o francês Alexandre Mateos, atual campeão mundial, e que conquistou seu primeiro pódio mundial aos 16 anos de idade. Já entre os brasileiros, Alexandre Barbosa, do Rio de Janeiro, Alan Braga, do Paraná, Maurício Braga, de Jaraguá do Sul/SC, e os paulistas Márcio Aita e Márcia Farkouh são alguns dos nomes confirmados na competição.






Movimentação econômica

Engana-se quem pensa que o paramotor é um esporte individual. Além do piloto, técnicos, mecânicos e ajudantes compõem a equipe de cada participante. As mais de 500 pessoas envolvidas direta e indiretamente na organização, além do público que acompanha as competições, prometem movimentar a economia da região ao longo do evento. De acordo com a prefeita Manoela Peres, Saquarema está se projetando como um importante polo turístico e esportivo, atraindo competições de diversas modalidades. “Este tipo de turismo é diferenciado, é qualificado, e traz muito retorno à cidade e ao trade turístico. As expectativas são as melhores, tendo por base as etapas do Mundial de Surf e do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, afinal, há um fomento na economia da cidade, no turismo, na geração de empregos e na visibilidade que a cidade ganha com a transmissão dos campeonatos em diversos canais de TV e internet em todo o mundo”, destaca.


O 11th é uma realização da Confederação Brasileira de Paramotor (CBPM), com patrocínio da Vittorazi, Sol Paraglider, Prefeitura Municipal de Saquarema, Maxifly e Playa Cerveja.

Acompanhe todas as novidades do 11th Campeonato Mundial de Paramotor FAI - WPC 2022 em nosso Instagram: @11thfai



Serviço

O quê: 11th Campeonato Mundial de Paramotor FAI - WPC 2022

Quando: 20 a 30 de abril de 2022

Local: Jaconé | Saquarema\RJ



Mais informações e atendimento à imprensa