top of page
Buscar

Da procura por tesouros perdidos ao fim do sedentarismo, detectorismo conquista brasileiros

Fisioterapeuta explica os benefícios da atividade para o corpo e dá dicas para evitar possíveis lesões


A Minelab, empresa líder em tecnologia de detectores de metais, entrevistou o fisioterapeuta especialista em ergonomia e saúde ocupacional, Dr. Matheus Meneghetti Albuquerque (CREFITO10 390225-F) para apresentar o detectorismo como uma opção para quem busca sair do sedentarismo e ter uma vida mais saudável.  A atividade, que combina exercício físico moderado com a emoção da busca por objetos valiosos, vem se popularizando no Brasil como uma forma de promover saúde e bem-estar.


O detectorismo é uma atividade inclusiva, acessível a pessoas de todas as idades e de diferentes níveis de condicionamento físico. “Caminhar em busca de metais é uma ótima forma de se exercitar sem se sobrecarregar, além de estimular a coordenação motora, a queima de calorias e a resistência física.”, explica Albuquerque. 

Além dos benefícios à saúde, a atividade promove mais contato com a natureza, pode ser praticada solo ou em grupo ajudando na interação social e auxilia no relaxamento, combatendo o estresse e a ansiedade.



Para aproveitar da melhor forma possível todas as vantagens do detectorismo, o Dr. Matheus oferece dicas para prevenir lesões e otimizar a experiência. 


  • Exercícios e alongamentos: A prática regular de exercícios e alongamentos específicos para os grupos musculares mais utilizados durante a busca com detector de metais é fundamental para prevenir fadiga e lesões.

  • Pausas regulares: Faça pausas a cada 30-40 minutos para descansar os músculos e evitar sobrecarga.

  • Hidratação: Mantenha-se hidratado para garantir o bom desempenho físico e prevenir a fadiga muscular.

  • Equipamentos adequados: Use calçados confortáveis e adequados ao terreno para evitar quedas e outros acidentes.

  • Ergonomia: Ajuste o detector à sua altura e postura, utilizando os recursos ergonômicos disponíveis, para prevenir dores e desconfortos.

Commentaires


bottom of page