top of page
Buscar

Recordista mundial de highline lança clipe em homenagem a Florianópolis

Rafael Bridi contou com apoio da JB2 Investimentos para travessia inédita na capital


O manezinho Rafael Bridi fez uma travessia inédita de highline em parceria com a JB3 Investimentos como forma de homenagem a Florianópolis, sede da empresa. Para celebrar os 350 anos da cidade, comemorados em março, o atleta percorreu 130 metros de distância, a 30 metros de altura, sobre um dos pontos icônicos da capital: a Praça 15 de Novembro. O feito rendeu um clipe de 1 minuto e 40 segundos que mostra Bridi e outros atletas equilibrando-se em uma fita de 2,5 centímetros de largura enquanto percorrem o caminho entre os prédios Eugênio Beirão (Rua Tiradentes) e João Moritz (Praça XV) caracterizados como personagens do folclore da Ilha: rendeira, bruxa, pescador e até tainha. “Assim como eu, a JB3 também nasceu em Florianópolis e esta é a forma que encontramos de festejar o nosso lugar, que é íncomparável”, destaca Bridi.



A celebração às belezas naturais e à cultura da Ilha é o mote da campanha. O clipe descreve Florianópolis como uma cidade de energia única, ressaltando elementos que a compõem, como a mistura de calmaria e adrenalina, de lendas e saberes, e o intercâmbio de experiências entre seus habitantes.


Bridi tem uma estreita relação com a cidade. Além de ter nascido em Florianópolis, foi na capital catarinense que alcançou um de seus recordes de maior highline urbano das Américas, com uma travessia na reabertura da Ponte Hercílio Luz, no dia 5 de janeiro de 2020, percorrendo 340 metros de distância, a 40 metros de altura até a ponte e 70 até o mar. Bridi começou a praticar slackline em 2010, partiu para o highline em 2013 e já estampou seu nome duas vezes no Guiness Book, uma em 2020 e a outra em 2021. A primeira foi a maior travessia de highline (261 metros) dentro de um vulcão ativo no mundo, no Monte Yasur, na ilha de Tanna, em Vanuatu. A segunda vez foi na cidade de Praia Grande, na serra de Santa Catarina, com o highline mais alto do mundo em relação ao solo. Bridi fez a travessia entre dois balões no ar, a 1.901 metros do chão. O feito deu origem ao curta-metragem Walking on Clouds, que foi finalista do Banff Mountain Film Festival 2022, o maior evento mundial de filmes de montanhismo e esportes radicais.



Além de atleta, Bridi é sócio da empresa de experiências de aventura Natural Extremo e produtor e diretor fotográfico.

Seu trabalho tem levado o nome do Brasil e de Santa Catarina para o mundo. “Investimos no desenvolvimento de estratégias para fomentar o esporte, o turismo e, consequentemente, a economia catarinense, o que é fundamental para se alcançar resultados de excelência”, ressalta Bridi, que é hoje um embaixador da JB3 investimentos. Além de compartilhar suas origens, a instituição e o atleta pautam seus projetos em planos que priorizam resultados de médio e longo prazo. “E esta parceria tem gerado excelentes resultados até aqui”, completa.


bottom of page