top of page
Buscar

Desafio na fita: atleta representa Santa Catarina no primeiro campeonato brasileiro de Freestyle e S

Rafael Bridi participará de desafio que ocorre na última semana de novembro em Minas Gerais O atleta Rafael Bridi representará Santa Catarina no 1º Campeonato Brasileiro de Freestyle e Speedline, que ocorre entre os dias 24 e 26 de novembro na cidade de Pouso Alegre (MG). Neste desafio de highline (modalidade do slackline praticada nas alturas), os participantes são avaliados pelos movimentos executados e pela velocidade na travessia da fita, que mede cerca de 2,5 centímetros de largura. As disputadas ocorrerão na Pedreira Italegre, onde serão montadas as linhas, a 30 metros de altura. "Além da evolução natural no esporte que toda competição proporciona, este também será um momento de rever amigos e encontrar os melhores atletas de highline do Brasil", comenta Bridi. O catarinense competirá na categoria Speedline e será jurado na Freestyle.


Os resultados do campeonato serão válidos para o ranking da International Slackline Association (ISA), com chance de garantir vaga na competição mundial, que ocorrerá em Laax, na Suíça, em 2024.

Superar limites pessoais e executar manobras ousadas a dezenas de metros do chão não é novidade para o manezinho. Em 2022, Bridi representou o Brasil no mundial de Laax. Além disso, soma dois recordes mundiais de highline. A primeira vez em que marcou seu nome no Guinness Book foi em 2020, com a maior travessia de highline, 261 metros, dentro de um dos vulcões mais ativos no mundo, no Monte Yasur, na ilha de Tanna, em Vanuatu. A segunda vez, em 2021, foi na cidade de Praia Grande (SC), com o highline mais alto do mundo em relação ao solo – Bridi fez a travessia entre dois balões no ar, a 1.901 metros do chão.


Comments


bottom of page