Dicas saudáveis e criativas para a lancheira da garotada

Na volta às aulas, nutricionista explica como fazer escolhas mais saudáveis nas prateleiras dos supermercados Naturalmente, as crianças já têm muita energia no dia a dia; e na transição das férias escolares para o início das aulas, essa disposição – e o gasto calórico – podem aumentar. Os pais geralmente ficam com o desafio de cuidar da alimentação dos filhos nesta fase do crescimento, conciliando boas fontes de energia e alimentos nutritivos; tudo isso no meio de uma rotina atarefada, na qual todos buscam por mais praticidade. De olho na volta às aulas, pensando em ajudar os pais a simplificar esse desafio dos lanchinhos para o recreio, a nutricionista do Fort Atacadista Bruna Janaina da Silva, que atua nas lojas da rede na Grande Florianópolis, separou dicas valiosas que vão fazer toda a diferença.

A profissional destaca que a fase mais fácil de construir os hábitos alimentares é na infância, preferencialmente até os três anos de idade. Depois, o desafio aumenta, mas os pais podem ter um grande aliado nesse processo: a criatividade. “Os alimentos e pratos são muito visuais, então usar a criatividade para compor a refeição pode ser uma estratégia para a criança experimentar algo novo, ou ainda comer algo que ‘in natura’ não comeria”, destaca Bruna. Pensando na lancheira de volta às aulas e no que grandes varejistas como Fort Atacadista dispõe nas prateleiras, a nutricionista elencou algumas dicas: Frutas De acordo com ela, é interessante e inteligente que os pais pesquisem sobre as frutas da época, proporcionando uma compra fresca e mais barata das frutas. “Nesta época, temos a melancia, morango, cereja, uva e melão, frutas atrativamente coloridas e adocicadas, que normalmente são bem aceitas pelas crianças”, destaca. - Também é indicado adicionar frutas mais cítricas, como a laranja. Uma salada de frutas já vira uma opção completa de lanche; - Outra opção é bater uma fruta com iogurte natural; - Os sucos naturais, gelados e frescos, são bem aceitos pela garotada, desde que a criança não passe o dia todo tomando suco – em função da frutose; - Eventualmente, frutas picadas com um pouco de chocolate meio amargo também podem ser oferecidas às crianças.

Carboidratos e proteínas

O carboidrato aliado à proteína e gordura são essenciais para as crianças, que estão em fase de crescimento, por isso, segundo a nutricionista, os pães são indicados no lanche da garotada. - Preferir pães integrais do que o branco. Variar com pães que levam farinha de arroz, de amêndoa, de linhaça ou chia, entre outras; - Pães recheados com patês de frango (frango, ricota e cenoura). O frango também pode ser substituído por atum; - Pães com tomate seco e rúcula; - Bolo de cenoura integral; - Iogurte natural com granola, adoçado com mel ou melado. Conservação e os cuidados com a lancheira Para Bruna Janaina da Silva, a conservação e o cuidado com a higiene dos alimentos é de extrema importância. Os sucos naturais devem ser levados ao congelador logo após o preparo, para durar mais tempo. Em alimentos secos, prefira enrolar em guardanapos de papel a plásticos, já que muitos possuem Bisfenol A, um composto orgânico sintético presente na maioria dos plásticos. Outra dica importante é ter garrafa e sacola térmica de qualidade para transportar o lanche.

Receitas para fazer em casa - Barrinha de cereal: Amassar uma banana com ovo e granola. Separar em uma forma e assar no forno. - Bolinho doce de micro-ondas: Bater uma banana, farinha de aveia, cacau e um ovo. Colocar no micro-ondas por 2 minutos. - Pão de micro-ondas: Bata um ovo, mistura uma colher de sopa de farelo de aveia, uma colher de sopa de manteiga ou nata, sal à gosto e uma colher de chá de fermento. Deixar no micro-ondas por dois minutos e meio.

Copyright © 2019 | Atré Comunicação Personalizada